Como ter uma sala de jantar acolhedora para receber a família e amigos

 em Flash Decor

Projeto Nicole Finkel – Foto: Graziella Widman

 

 

Seja em casa ou apartamento, um dos grandes prazeres está relacionado à oportunidade de reunir familiares e amigos para compartilhar refeições e boas conversas. Mesmo na correria do cotidiano, existe um pedacinho da casa reservado para esse momento: a sala de jantar. Suntuosa ou mais simples, ela cumpre um papel muito importante: criar laços e estreitar as relações humanas.

Experiente na execução de projetos residenciais, a arquiteta Nicole Finkel, do escritório Nicole Finkel Arquitetura e Interiores, destaca seu apreço em produzir salas de jantar que respondam aos anseios dos moradores. “Gosto muito de conceber espaços que cumpram essa função de incentivar a conexão e o convívio entre familiares. Desde sempre, a comida reúne pessoas e o décor completa essa felicidade”, explica.

A profissional compartilha suas dicas valiosas para uma sala de jantar aconchegante e receptiva:

Circulação

Para Nicole Finkel, a primeira dica é pensar em um ambiente com uma boa circulação, já que sua falta pode causar incômodo entre as pessoas que utilizam o ambiente.“O espaço entre as cadeiras e a passagem deve ter, no mínimo, 90 cm. Com esse parâmetro é possível definir qual o modelo de mesa se adequa melhor à sala”, explica.

Mas, qual mesa escolher?

A mesa é a grande estrela da sala de jantar e, por isso a escolha certa é fundamental.  Entre os diversos formatos, a arquiteta explica que o redondo é o mais indicado para as famílias que adoram receber amigos e seguem o pensamento que ‘sempre cabe mais um’. “A mesa circular também facilita a comunicação de todos”, comenta a arquiteta. Já a versão retangular é perfeita para espaços mais estreitos. “As opções de mesas com extensão são coringas à medida que podem crescer sempre que necessário”, complementa.

Quanto ao tamanho, algumas medidas mínimas que devem ser consideradas. No caso da mesa redonda, a peça com 1 m de diâmetro recebe quatro pessoas, enquanto com 1,20 m possibilita acomodar até seis posições. “Outra forma prática de mensurar os espaços é basear-se no jogo americano. Com uma pequena sobra de cada lado, consigo saber quantos convidados posso receber confortavelmente à mesa”, indica Nicole. Com relação à altura ideal da mesa, a indicação é de 75 cm.

Cadeiras

Tanto a mesa quanto as cadeiras não precisam seguir um padrão de material definido ou cor e dependem da personalidade e gosto do morador. A despeito das cadeiras, é possível misturar estilos, contanto que seja mantido o equilíbrio de mesma tons, estampas ou materiais. “Gosto de usar todas as cadeiras iguais e variar na escolha das peças colocadas nas pontas”, sugere. Além do design, é importante reparar se as peças são leves, confortáveis, de fácil manuseio e limpeza.

Móveis organizadores

Ter um buffet, aparador ou mesmo um carrinho de chá depende muito do tamanho do ambiente. Além do apoio para receber os pratos e servir, trazem a grande função de organizar e guardar louças e talheres perto da mesa.

Iluminação

A sala de jantar é um lugar acolhedor e, por isso, a iluminação indireta é a mais recomendada. Todavia, Nicole esclarece que ainda assim é preciso garantir que o ambiente seja bem iluminado para que todos enxergue bem o que é servido, além de evitar acidentes. “Para os lustres, é interessante dispô-los em uma altura que varia de 70 a 90 cm entre o tampo da mesa e o corpo da luminária”, completa.

Sobre Nicole Finkel:

Arquiteta e Urbanista, formada pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, em 2000 com especialização na Universidade de Cornell, College of Architecture, Art & Planning em Ithaca, estado de Nova Iorque – EUA.

Nicole Finkel está há 15 anos desenvolvendo projetos residenciais e comerciais, na qual ela coloca como prioridade atender as expectativas de cada cliente.

Nicole Finkel Arquitetura e Interiores

www.nicolefinkel.com.br

@nicolefinkelarquitetura

SÃO PAULO/SP.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário