Dor Ciática

Entenda porquê ela acontece, como se prevenir e tratar

 

Uma dor que irradia pelo trajeto do nervo ciático: vai do início da região glútea, passando pela coxa, ultrapassando o joelho, podendo chegar ao tornozelo e ao pé. Com certeza você já sentiu ou conhece alguém que já passou por essa situação. Mas por que essa dor acontece?

Conhecida como ciatalgia, ou dor ciática, ela tem origem na irritação ou compressão do nervo ciático. As causas mais comuns são as doenças degenerativas, como a artrose e as hérnias de disco nos níveis baixos da coluna lombar, que atingem principalmente pessoas acima dos quarenta anos. “Outra possibilidade, especialmente em pessoas jovens, é a compressão do nervo ciático na região glútea pelo músculo Piramidal ou Piriforme (Síndrome do Piramidal)”, explica o  Dr. Emerson Grecca, médico ortopedista do Hospital Santa Cruz e membro da Sociedade Brasileira de Coluna.

Outras causas são as doenças tumorais, infecciosas, traumáticas (pós-acidente ou esforço agudo), doenças metabólicas e neuropatias periféricas – caso do diabetes, por exemplo.

Alerta aos sintomas

Além da irradiação ao longo do nervo ciático, esse tipo de dor também pode vir acompanhada de alterações na sensibilidade, como dormência e formigamento. A intensidade da dor depende de quantas e quais raízes nervosas estão sofrendo compressão em sua origem na coluna.

“A automedicação pode aliviar momentaneamente o sintoma, mas não atua na causa”, recomenda o ortopedista. O tratamento pode se dar por meio de medicamentos, repouso ou exercícios, fisioterapia, acupuntura, osteopatia, massagens, infiltrações e, às vezes, cirurgias, que também podem ser paliativas ou curativas, de acordo com o caso.

 

Como fugir da dor ciática

  • Faça atividades físicas que valorizam os alongamentos, como Pilates e natação;
  • Corrija sempre a sua postura;
  • Ajuste a ergonomia no seu local de trabalho: o tipo de cadeira, altura da mesa e da tela do computador e apoio dos pés fazem toda a diferença;
  • Escolha um colchão adequado à curvatura do seu corpo;
  • Tenha cuidado ao praticar atividades que agridem os discos (cartilagens que ficam entre as vértebras) como: erguer e/ou carregar peso;
  • Evite exercícios de musculação com carga axial pelo eixo da coluna;
  • Esteja atento a atividades que causem impacto, como corrida e “jump”
  • Evite abuso de movimentos repetitivos, principalmente rotação e flexão, além de extensão do tronco.

 

Hospital Santa Cruz

O Hospital Santa Cruz está localizado no bairro Batel, em Curitiba (PR), e é reconhecido com o selo de Acreditação com Excelência, o mais alto nível de certificação nacional, entregue pela ONA (Organização Nacional de Acreditação). Fundado em 1966, é considerado um centro de excelência no atendimento das áreas de Oncologia, Cardiologia, Neurologia, Neurocirurgia, Ortopedia, Pronto Atendimento e Medicina Preventiva, além da Maternidade. Oferece estrutura privilegiada, equipe médica multidisciplinar, equipamentos de última geração e um moderno centro cirúrgico. O Hospital Santa Cruz é referência no serviço de hotelaria hospitalar e em atendimento humanizado, com qualidade assistencial e foco na segurança do paciente. Em 2017, inaugurou a Embaixada One Health, espaço exclusivo no sul do Brasil para atendimento do plano de saúde premium.

 

Recommended Posts

Leave a Comment